sexta-feira, 17 de setembro de 2010

SEJA UM IDIOTA.

A idiotice é vital para a felicidade. Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre. Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado?
Deixe a seriedade para as horas em que ela é inevitável: mortes, separações, dores e afins. No dia-a-dia, pelo amor de Deus, seja idiota!
Ria dos próprios defeitos. E de quem acha defeitos em você. Ignore o que o boçal do seu chefe disse. Pense assim: quem tem que carregar aquela cara feia, todos os dias, inseparavelmente, é ele. Pobre dele.
Milhares de casamentos acabaram-se não pela falta de amor, dinheiro, sexo, sincronia, mas pela ausência de idiotice. Trate seu amor como seu melhor amigo, e pronto. Quem disse que é bom dividirmos a vida com alguém que tem conselho pra tudo, soluções sensatas, mas não consegue rir quando tropeça? hahahahahahahahaha…

Por: Alexandre Bonatti

terça-feira, 14 de setembro de 2010



Você me faz feliz demais, o tempo parece parar quando a gente tá junto(...)se tu soubesse que eu durmo pensando em te ter ♪ *-*

quarta-feira, 8 de setembro de 2010


E aquele dia nunca sairá da minha mente,aquele beijo,aquele abraço,principalmente o teu sorriso,foi uma grande sensação.Fecho meu olhos e enchergo você.É você quem eu realmente quero.Eu só quero você ao meu lado e tudo isso basta.

"Os desejos se constroem no sonhos e se concretizam no amor".

You cried, I died
I should have shut my mouth, things headed south
As the words slipped off my tongue, they sounded dumb

(...)

I stumbled like my words, did the best I could
Damn, misunderstood
Intentions good ♪

domingo, 15 de agosto de 2010


Quero domingos de manhã. Quero cama desarrumada, lençol, café e travesseiro. Quero seu beijo.
*-*

nós gostamos de pensar

que somos seres racionais; humanos, conscienciosos, civilizados, cuidadosos. Mas quando as coisas vão despedaçando, mesmo que um pouquinho, fica claro que não somos nada melhores que animais. Nós temos polegares opositores, nós pensamos, nós andamos eretos, nós falamos, nós sonhamos, mas lá no fundo ainda estamos circulando o instinto primordial; mordendo, engatinhando... Tem um pequeno animal em todos nós e talvez isso seja algo a ser celebrado. Nosso instinto animal é o que nos faz procurar por conforto, calor, algo pra se correr com. Talvez nos sintamos enjaulados, talvez nos sintamos encurralados, mas ainda como humanos nós podemos achar caminhos de nos sentirmos livres. Nós somos os domadores de nós mesmos, somos os guardiões da nossa própria humanidade e mesmo que tenha uma besta dentro de todos nós, o que nos separa dos animais é o que podemos pensar, sentir, sonhar e amar. E contra todos os contras, contra todos os instintos, nós evoluímos.

P.S.: Não me lembro aonde achei esse texto.

qual a cor de teus olhos?

Eu quero ver. Como fica o teu coração quando me ver? Quero sentir. Qual a velocidade do tempo quando estou com você? O que passa em minha cabeça quando vejo você? Eu quero sentir.♪ (Te amar - Jonathas Iohanathan)