domingo, 15 de agosto de 2010

nós gostamos de pensar

que somos seres racionais; humanos, conscienciosos, civilizados, cuidadosos. Mas quando as coisas vão despedaçando, mesmo que um pouquinho, fica claro que não somos nada melhores que animais. Nós temos polegares opositores, nós pensamos, nós andamos eretos, nós falamos, nós sonhamos, mas lá no fundo ainda estamos circulando o instinto primordial; mordendo, engatinhando... Tem um pequeno animal em todos nós e talvez isso seja algo a ser celebrado. Nosso instinto animal é o que nos faz procurar por conforto, calor, algo pra se correr com. Talvez nos sintamos enjaulados, talvez nos sintamos encurralados, mas ainda como humanos nós podemos achar caminhos de nos sentirmos livres. Nós somos os domadores de nós mesmos, somos os guardiões da nossa própria humanidade e mesmo que tenha uma besta dentro de todos nós, o que nos separa dos animais é o que podemos pensar, sentir, sonhar e amar. E contra todos os contras, contra todos os instintos, nós evoluímos.

P.S.: Não me lembro aonde achei esse texto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário